Marcelo Oliveira –Assessor Chefe de Comunicação da ABPA
marcelo.oliveira@abpa-br.org
(11) 3095-3120
 

 

  • 31 | 07 | 2015

    Sanidade avícola é debatida no Fórum dos Comitês Estaduais, no último dia do SIAVS

    Sanidade avícola é debatida no Fórum dos Comitês Estaduais, no último dia do SIAVS
    Seguindo o terceiro dia do Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura (SIAVS 2015), na manhã desta quarta-feira (30/07), especialistas, personalidades e entidades ligadas ao Ministério da Agricultura abriram o Painel: “Fórum dos Comitês Estaduais de Sanidade Avícola”.
    Na mesa das discussões estavam presentes Ariel Mendes, diretor técnico da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA); Denise Euclydes Mariano da Costa, coordenadora geral de Combate às Doenças, do Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA/Mapa); Heinz Otto Hellwig, coordenador de Defesa Agropecuária, secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e a presidente do Comitê Estadual de Sanidade Avícola de São Paulo, Masaio Mizuno Ishizuka.
    Na abertura dos trabalhos, o presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra enfatizou e reforçou mais uma vez que o tom do congresso do SIAVS foi regido pelo assunto da sanidade brasileira. “Neste momento, esses fóruns são essenciais para tratemos essas questões de forma mais intensa e profunda. É importante debatermos soluções para nos afastarmos de qualquer problema”, afirmou.
    O principal foco que norteou as discussões desse painel foram as ações realizadas, por órgãos e entidades públicas, para manter a sanidade avícola brasileira. “Mesmo perante a crise econômica vivenciada por diversos setores, devemos aproveitar o momento e avançarmos frente às principais ações, inclusive estaduais, para preservar essa conquista alcançada pelo Brasil, no que diz respeito à sanidade”, enfatizou Ariel Mendes, diretor técnico da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).
    No painel foram debatidos importantes assuntos tais como: Vigilância para Salmonela em Reprodutoras, ministrada por Priscila Maciel, da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC); a proposta de nova legislação do Mapa sobre o Programa de Prevenção de Influenza Aviária e Doença de Newcasttle, com a apresentação de Bruno Pessamilio, coordenador Fiscal Federal Agropecuário e coordenador de Sanidade Avícola; Inquérito Soroepidemiológico de Influenza Aviária e Doença de Newcasttle, conduzida por Denise Euclydes Mariano da Costa, da SDA/Mapa, entre outras.
    Segundo Denise, toda a cadeia deve ser unir para afastar qualquer possibilidade dessas doenças surgirem no Brasil. “Essas discussões tem de passar pelas agroindústrias para elas sejam as catalizadoras para aprimorar programas de sanidade juntos aos demais elos da cadeia”, enfatizou.
    A presidente do Comitê Estadual de Sanidade Avícola de São Paulo, Masaio Mizuno Ishizuka lembrou que o bom momento vivenciado pelo setor se deve ao seu amadurecimento “Nos últimos quatro anos, existe uma articulação com o PNSA e com todos os Estados para que fiquem mais atentos e alinhados para realizar uma boa avaliação e diagnósticos precisos. Devemos ressaltar que problemas sempre existirão, porém, necessitamos ter capacidade para resolvê-los”, disse.

  • Apoiadores:

  • Patrocinadores:

  • Media Partners:

Contato

siavs@abpa-br.org
+55 (11) 3095-3120

Realização

SIAVS - Escritório-sede da ABPA
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1912 - 20° andar.
Conj. 20 L. CEP: 01452 - 001
São Paulo - SP - Brasil
Fone / Fax: +55 11 3095-3120